7 dicas para escrever um email de despedida do emprego

Não há como negar que um processo de desligamento do emprego causa fortes emoções… Dependendo da circunstância, quem está saindo da empresa poderá estar se sentindo aliviado, eufórico, empolgado ou ainda triste, revoltado e deprimido. Tanto para quem entende a demissão como o natural fim de um ciclo, como para aqueles que nutrem um sentimento de perda, enfrentar a despedida torna-se um desafio.

Pela impossibilidade de falar pessoalmente com todos, tornou-se comum a ideia de escrever um email de despedida, a fim de socializar a informação a respeito do desligamento. A questão crucial é: qual o conteúdo do tal email? Preparei 7 dicas práticas:

Dica 1: Seja objetivo. Nada de escrever um longuíssimo e prolixo texto, historiando tudo o que viveu na empresa. A maioria das pessoas não terá tempo ou paciência para ficar mais que cinco minutos lendo esse tipo de assunto na tela do computador.

Dica 2: Não envie o email para a empresa toda. Selecione apenas os ex-colegas mais chegados e as áreas que mantinham algum tipo de contato com você. Generalizar não terá nenhum efeito prático – a não ser o de entulhar as caixas de entrada alheias com um mais uma mensagem não solicitada – e que será sumariamente deletada antes de ser aberta.

Dica 3: Controle as emoções ao redigir. Revolta, desespero ou euforia demais só vão lhe prejudicar. De que adiante xingar, acusar ou mostrar ressentimentos enquanto escreve? Só vai ‘queimar’ sua imagem no mercado. Também não vale a pena anunciar que está saindo para uma empresa ‘maior e melhor’. Em ambos os casos sua mensagem soará agressiva, arrogante e inoportuna. Isso contribui para reforçar a tese de que quem tomou a decisão de lhe demitir tinha razão em fazê-lo.

Dica 4: Não afirme ou denuncie nada que não possa provar. Cuidado com insinuações ou denúncias contra quaisquer pessoas ou empresas. Lembre-se que email também é documento e que, em juízo, o ônus da prova cabe a quem acusa. Portanto, para não ter dores de cabeça com a justiça, seja diplomático ao se expressar.

Dica 5: Informe seus contatos. Se não quiser expor todos, pelo menos um outro email ou número de celular usado para assuntos de trabalho. Lembre-se de que email de despedida também poderá ser um instrumento de marketing pessoal!

Dica 6: Demonstre que não acusou o golpe. Ainda que esteja se sentindo arrasado com a situação, procure mostrar, objetivamente, que vai experimentar novos desafios em sua carreira e que aproveitará outras oportunidades profissionais. Não sente na cadeira da “vítima” ou no trono do “rei’ de jeito nenhum.

Dica 7: Agradeça. Demonstre gratidão por ter tido a oportunidade de conhecer tanta gente, de haver aprendido através de várias experiências e de ter crescido como ser humano. Não vale a pena citar ninguém pelo nome, pois você correrá o risco de omitir outros e o esquecimento acabar sendo mal interpretado, sem necessidade.

Sinceramente, espero que você não precise, tão cedo, escrever um email de despedida. Mas desejo que, quando necessitar, o faça com equilíbrio e classe, para ‘sair por cima’ com uma imagem boa, deixando os colegas saudosos e não aliviados…

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

*

     

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>