5 qualidades dos grandes estrategistas!

Aprendi a gostar de estratégia na época em que eu era estudante de administração. Desde as primeiras aulas fiquei fascinado por um tema que é muito antigo e ao mesmo tempo contemporâneo. Na verdade, os primeiros estrategistas da história sugiram nas organizações militares. Um passeio pelos acontecimentos fará você se deparar com figuras do quilate de Alexandre, Napoleão, Churchill e outros mais. A partir do século XX o mundo empresarial passou a estudar mais profundamente a estratégia, a ponto de fazer uma transposição da dimensão militar para as organizações. Assim, a estratégia empresarial deu origem a vários pensadores e vem sendo vista como uma das mais ricas áreas para se estudar sobre gestão.

A popularização do termo estratégia, entretanto, tem gerado alguns efeitos colaterais. Um deles é o mau entendimento da palavra estrategista. O senso comum considera o estrategista como sendo uma pessoa perigosa, ardilosa, que sempre quer levar vantagem e que não hesitará em prejudicar alguém que se contraponha aos seus interesses mesquinhos. Sinceramente essa visão pejorativa e caricatural do estrategista me incomoda e me aborrece muito, pois é falsa e preconceituosa. Afirmo com convicção, meu caro leitor, que você e eu precisamos ser estrategistas se quisermos alcançar o sucesso em nossas carreiras e empresas. Tal como os generais aplicam forças e recursos para vencer seus inimigos e conquistar seus objetivos, nós temos concorrentes e metas a alcançar. Por isso, precisamos desenvolver a visão e o raciocínio estratégicos. As principais características dos estrategistas são:

  1. Orientação para Resultados: Os estrategistas apreciam o doce sabor da vitória. São obstinados por vencer desafios. Não entram no jogo para participar simplesmente ou fazer número. Sua principal motivação é ganhar. São pragmáticos ao extremo: qualquer passo dado tem uma conexão lógica com resultados a alcançar. Seu cérebro é guiado pela relação custo x benefício.
  2. Visão de Longo Prazo: Freqüentemente os estrategistas são rotulados como loucos ou visionários. Na verdade, eles enxergam oportunidades onde as pessoas comuns não vêem nada… Imagine que você tenha um terreno na praia e chame um arquiteto para fazer um projeto. No dia em que você o levar pela primeira vez ao local ele vai visualizar a casa com detalhes. Você (e eu) só veríamos areia. Porque? Ele tem raciocínio espacial. Tal como o arquiteto, precisamos enxergar nossas estratégias futuras mais longe que os outros.
  3. Visão Periférica: O estrategista consegue monitorar um grande número de variáveis que podem representar oportunidades ou ameaças aos seus objetivos. Assim sendo, é vital que ele seja alguém extremamente bem informado sobre o que está acontecendo em seu ramo de negócios, bem como o que os concorrentes andam fazendo, as preferências do cliente, as inovações tecnológicas, as decisões do governo, a legislação vigente, as demandas da sociedade, os impactos que a conjuntura econômica gera em seu negócio, dentre outras forças.
  4. Flexibilidade: A capacidade de adaptação é uma marca dos grandes estrategistas. Numa batalha, haverá o instante para se lançar ousadamente ao ataque, mas também poderá haver a necessidade de parar e aguardar o melhor momento, fingindo inatividade, ou ainda recuar quando o cenário for hostil. Muitos estudiosos de estratégia afirmam que uma das principais causas da derrota alemã na II Guerra foi a falta de flexibilidade. Eles se consideravam superiores e, portanto, os mentores da melhor estratégia. Jamais admitiriam mudar aquilo que consideravam perfeito e invencível. Os acontecimentos se encarregaram de mostrar quem estava com a razão. Por mais poderosa que seja sua estrutura e seus recursos, por mais inteligente que seja sua estratégia, nunca perca de vista a necessidade de se adaptar ao ambiente.
  5. Criatividade: Quem é criativo se destaca em meio à multidão. Copiar estratégias dos outros pode ser uma decisão segura para o curto prazo. Porém esse conservadorismo e falta de ousadia o condenarão a sempre ser visto como um elemento que gravita em torno da média e não demonstra capacidade de transpor a fronteira que o colocará entre os melhores. Uma pitada de criatividade potencializará os efeitos de suas estratégias. Semana que vem continuaremos a tratar de estratégia, dando dicas práticas de como você pode desenvolver visão e raciocínio estratégico em seu dia a dia.

3 respostas para “5 qualidades dos grandes estrategistas!”

  1. Virna Barrros disse:

    Texto excelente. Dentre as características apresentadas, acredito que a visão periférica é uma das mais importantes. Não é fácil enxergar o todo, nós temos a tendência de ver apenas aquilo que queremos enxergar, visão totalmente equivocada dentro de uma organização. E para possuir esta característica, como bem dita o texto, precisamos nos qualificar através do conhecimento racional e técnico.

  2. Jonathan disse:

    Muito interessante o artigo, sempre adoro ler bons textos falando de estrategistas. xD

    Porém com relação ao item “1- Orientação para resultados” concordo que estrategistas sempre seguem seus objetivos, porém isto não quer dizer que eles sempre irão vencer, muitas vezes uma derrota em algum ponto estratégico é mais eficaz que uma vitória…

    “Há momentos em que a maior sabedoria é parecer não saber nada.”

    Muito Obrigado por dispor um texto tão interessante, aguardo próximos artigos. :grin: :grin: :grin:

  3. Cesar disse:

    Otimo texto

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

*

     

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>